Depressão Infantil e suas conseqüências no mundo da criança

Diante das grandes mudanças ocorridas na sociedade, os transtornos mentais estão aumentando de forma significativa, dentre eles encontramos a depressão.

A Depressão é um transtorno mental frequente e comum em todo o mundo, que nunca esteve restrita aos adultos. O índice de crianças vítimas de Depressão vem crescendo e ocupando um espaço importante na sociedade. Os transtornos depressivos estão bem presentes em nosso contexto social e por este motivo, observa-se o quão importante é que a sociedade adquira conhecimento sobre esta patologia e conheça as suas características, para que tenha um olhar cuidadoso voltado à criança.

As crianças também podem ter o diagnóstico de depressão, pois diante das dificuldades da vida, elas podem se angustiar e apresentar sofrimento. Entretanto os pequenos estão menos preparados para enfrentar o estilo de vida estressante e as pressões que são expostos.

Os sintomas mais comuns de depressão em crianças na fase são tristeza ou irritabilidade persistente, choro fácil, fadiga, isolamento, declínio ou desempenho escolar fraco, ansiedade de separação, fobias, desejo ou fantasias de morte. O transtorno pode se manifestar através de sintomas menos comuns, porém que devem despertar do mesmo modo a atenção dos responsáveis.

É relevante que o profissional responsável pelo tratamento da depressão, tenha conhecimento das possíveis comorbidades que podem ser desenvolvidas, para que desta forma consiga realizar um atendimento mais específico, atendendo a demanda do cliente de forma assertiva e cooperando para que a sua melhora ocorra de forma mais rápida e eficaz.

Depressão infantil afeta a vida da criança, socialmente e cognitivamente e quanto mais cedo tem um diagnóstico mais rápido e eficaz pode ser para o tratamento. 

Cynthia Mendonça Pessoa Pereiras Lima
Psicóloga – CRP: 05/1773

Fechar Menu
Precisa de ajuda ?
Olá !!!
Podemos ajudar ?
Powered by