Agosto Lilás: Você já se perguntou o que é violência ?

É possível definir a violência como sendo o exercício de um poder ou de uma força sobre um outro, contra sua vontade e sem seu consentimento. Nos animais por exemplo, nos acostumamos com a ideia de que eles não são sádicos, pois matam para comer, sem requintes de crueldade, assim usando da violência pura e unicamente para sobrevivência. Entretanto, no humano, a dimensão do sadismo está sempre presente. Esta é uma questão que preocupava Freud, para quem a ferocidade dos homens em relação a seus semelhantes supera tudo quanto podem fazer os animais.

Mesmo após um longo processo humano, passando pelos tiranos, bárbaros, inúmeras guerras… conseguimos atenuar o nível de violência e nos consideramos civilizados. Mas o que acontece de tão latente em que continuamos a empregar a força física, intimidação moral ou abuso de poder contra alguém?

Na maioria das vezes, incluindo dentro de um relacionamento amoroso, o ato violento consiste em uma impulsividade para finalizar um diálogo ou conversa em que o agressor não se sente mais no controle dos atos da vítima. E então ele se da por vencedor através do emprego da violência.

Existem fatores externos como estresse, a ansiedade, o trabalho, o trânsito, uma conta não paga, a preocupação com o futuro dos filhos e todas e quaisquer preocupações em que se baseia a sociedade atual em grandes metrópoles, levam a agressividade. 

Ao fazer terapia, tentamos alinhar os desejos e frustrações, pensamentos e realidades, a fim de diminuir cenários que causariam impulsividade, agressividade e consequentemente a violência.

Cuide da sua saúde mental e viva melhor!

Pâmella Rossy Duarte
Psicóloga – CRP 05/43478

Fechar Menu
Precisa de ajuda ?
Olá !!!
Podemos ajudar ?
Powered by